NOTÍCIAS

5 itens tóxicos que você tem em casa e nem percebe

Conheça alguns alimentos e produtos que podem prejudicar a saúde e saiba como eliminá-los de sua vida

Quando você pensa em vilões da saúde, o que vem logo à sua cabeça? Provavelmente, o excesso de uso de celular, o cigarro, o estresse, o sedentarismo e a má alimentação. Sim, esses fatores são inimigos e inúmeros estudos comprovam os malefícios que provocam à saúde humana. No entanto, certamente aí dentro da sua casa, você vai encontrar alguns objetos e alimentos que até parecem inofensivos, mas que deveriam ficar bem longe do seu lar. Confira!

Morangos

Por ser muito sensível e cheia de furinhos, esta fruta é uma das mais atingidas pelos agrotóxicos. O brometo de metilo, por exemplo, é um produto químico muito tóxico usado para eliminar fungos, microorganismos e pestes das plantações de morango. Você não precisa cortá-lo da lista de compras. A alternativa é apostar nos alimentos orgânicos ou até na sua própria plantação de frutas em casa. Que tal?

2. Potes de plástico

Você pode até não conhecer o Bisfenol A (BPA), mas ele está presente no seu dia a dia. Trata-se de um composto químico utilizado na formulação de plásticos e no revestimento de embalagens metálicas. No entanto, especialistas alertam para os malefícios que ele provoca à saúde. Inúmeros estudos relacionam a substância à obesidade, alterações na tireoide, infertilidade, asma, problemas neurológicos e cardíacos. Por isso, o uso do bisfenol A em mamadeiras foi proibido no Brasil pela Anvisa e já existem no mercado produtos infantis BPA Free (Livres de BPA).

Para evitar esses problemas com a substância:
- Dê preferência a alimentos comercializados em potes de vidro ou polipropileno.
- Não use embalagens amassadas ou danificadas, pois costumam liberar o material tóxico.
- Evite esquentar comida no micro-ondas dentro de plásticos.
- Não congele alimentos em potes plásticos.
- Observe aquele símbolo triangular de reciclagem: se estampar os número 3 ou 7, pode conter BPA.
- Procure produtos com a indicação “BPA-Free” ou “livre de BPA”.

3. Panela antiaderente

Testes em animais de laboratório apontam que o ácido perfluorooctanóico, presente no famoso teflon, pode causar câncer. Isso acontece porque o item que reveste as panelas pode se soltar durante o preparo da comida e ser ingerido. O melhor é usar panelas de aço inoxidável e óleos vegetais, como os de canola, girassol e milho, para os alimentos não grudarem. Nesse caso, deixe o azeite de lado. Ao ser aquecido, ele perde todas as suas propriedades benéficas.

4. Pipoca de micro-ondas

O produto químico usado para criar o sabor artificial de manteiga, chamado de diacetilo, tem sido associado a uma doença pulmonar grave. Esse item foi extinto por muitos fabricantes de pipoca em meados dos anos 2000, mas a sua substituição, chamado 2,3 pentanodiona, também gerou problemas respiratórios em alguns consumidores. Apesar dessa preocupação, a substância permanece em muitos produtos com sabor de manteiga, portanto, o melhor é evitar. A saída é comer a boa a velha pipoca natural. Nada mal, não é mesmo?

5. Desodorizador de ambiente

O perfume bom desse tipo de produto tem uma ação prolongada graças ao ftalato. Com o passar dos anos, essa substância passou a ser usada em menores quantidades pela indústria, mas o fato é que o uso desse componente é responsável por problemas de reprodução masculina e alterações hormonais. Para deixar a casa com um aroma bom, sem prejudicar a saúde, aposte em flores cheirosas que deixarão os ambientes bem perfumados.

Fonte: Revista Casa e Jardim

CENTRAL DE VENDAS

CONVERSE CONOSCO NO CHAT ONLINE
OU POR TELEFONE: 51 3476-1403
WHATSAPP: (51) 9314-4853